| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

Múmias

Page history last edited by Mara Tavares 13 years, 2 months ago

Como as Múmias eram feitas?

 

Após as construções das quatro grandes pirâmides, novas dúvidas apareceram para perturbar a paz da turma 32:

 

O que é múmia?

 

Como eram feitas as múmias?

 

Porque os egípicios faziam as múmias?

 

Como surgiu a história da Maldição da Múmia?

 

 

Para responder às novas perguntas, muitos alunos saíram a desbravar a internet e a tranquilidade familiar com perguntas e pesquisas.

 

A aluna Emilyn descobriu que os egípicios acreditavam, assim como os cristãos, acreditavam que iriam ressussitar em outro mundo, porém, diferente dos cristãos, os egípicios usariam o mesmo corpo ao invés de um corpo resplandecente de luz.

 

Já a aluna Luciane, descobriu que foi o exército de Napoleão o responsável pelo estrago no nariz da Esfinge do faraó Quéfren, pai de Jesefrers.

 

A professora, não podia se mixar e foi atrás de vídeos que explicassem as novas questões levantadas.

............................................

 

22/06/09

As Múmias Egipicias

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

.............................................

O Livro dos Mortos

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

.............................................

A Maldição da Múmia

YouTube plugin error

YouTube plugin error

YouTube plugin error

...........................................

Resumão

YouTube plugin error

..........................................

Descobertas - 23/06/09

Texto Coletivo

As múmias eram os mortos. Era a pessoa que vivia no antigo Egito que quando morria era mumificada para ser enterrada.

 

Receita Fácil Para Fazer Múmias em 7 passos:

1º) O morto era preparado com óleos e ervas aromáticas;

2º) Os Sacerdotes pegavam um gancho de metal, enfiavam no nariz do morto e puxavam o cérebro, depois derramavam uma mistura de resina e cera dentro do crânio;

3º) Abriam um buraco do lado da barriga e tiravam todos os órgãos, menos o coração;

4º) Colocavam os órgãos e o corpo para secar com nafrão por 40 dias;

5º) Lavavam, secavam, embrulhavam e colocavam os órgãos em jarros funerários chamados Canopus;

6º) Depois de 40 dias eles retiravam o nafrão de dentro do corpo e recheavam o buraco com panos;

7º) Por último enrolavam o morto em faixas de linho e a cada volta colocavam estatuetas de deuses para proteger o morto. Na última volta colocavam o escaravelho do coração. Colocavam o morto no caixão que se chamava sarcófago junto com o livro dos mortos.

 

Os egípicios acreditavam na vida após a morte e achavam que iriam usar o próprio corpo. Para ele não apodrecer eles mumificavam o morto para conservar seu corpo.

 

Para os egípicios o coração era quem tinha a sabedoria e depois que o morto enfrentasse os desafios para chegar no Campo dos Juncos ou das Oferendas (paraíso), o coração era pesado, se fosse do mesmo peso da pena de uma deusa o morto iria para o paraíso, se não era, ele era devorado por um monstro que era parte crocodilo, parte leão e parte hipopótamo.

 

O Livro dos Mortos era como um Guia para o morto fazer essa passagem, ele tinha truques e dicas para vencer os desafios.

 

Essa história de maldição da múmia começou ainda na época dos faraós. Depois que as tumbas eram fechadas para o descanso eterno da múmia, os ladrões entravam e roubavam os tesouros que eram enterrados com as múmias.

 

Os sacerdotes começaram a escrever advertências nas portas das tumbas para protegê-las dos ladrões. Mais tarde, essas advertências viraram pragas.

 

No início do século XX quando acharam e abriram a tumba do Faraó Tutancamon algumas pessoas morreram, relacionaram então essas mortes com a vingança da múmia e as maldições escritas nas tumbas.

 

 

24/06/09

 

  • Construção do Boneco e Desenhos para o Papiro;

25/06/09

 

  • Construção da Múmia, conclusão do Papiro;

 

Apresentação das Apredizagens Feitas

O Começo da Lambança foi registrado pela Professora Silvia que acompanhou de perto essa turma curiosa fazendo o primeiro registro oficial de uma mumificação. ela postou esse registro histórico no Blog do Departamento de Lígua Portuguesa. confira:

 

 

EGITO

26/06/09

 

  • Construção dos Vasos Funerários e Plaquinhas de Maldição;

27/06/09

 

  • Limpeza da Sala;

 

29/06/09

 

  • Apresentação à Comunidade da Exposição Egito Turma 32 no Auditório da Escola.

 

 

Atividade Desenvolvida

  • Construção de uma múmia a partir de um boneco de jornal e meia calça coberto por bandagem gessada;
  • Confecção em argila de plaquinhas com as maldições da múmia, os jarros e os deuses para a proteção da múmia;
  • Elaboração de um Livro dos Mortos para acompanhar a múmia;

Conteúdos relacionados

  • Leitura, interpretação, construção e escrita de textos;
  • Números Romanos;
  • Proporção do corpo humano;
  • Motricidade fina;

 

Objetivos Atingidos

  • Produzir textos legíveis com sequência lógica de idéias;
  • Leitura e Interpretação de vídeos através da produção de texto e de ilustrações;
  • Dramatização de uma história;
  • Construção significativa de características dacultura egípicia;
  • Compreenção de números romanos;
  • Construção da noção de proporção e posição dos órgãos no corpo humano.

 

CONCLUSÃO - 29/06/09

YouTube plugin error

 

03/07/09 - Hoje a Múmia do Jesefrers que estava morando na Sala 6 da nossa Escola começou uma peregrinação pelas casas dos alunos. A primeira aluna corajosa que levou a múmia para expor em sua própria casa foi a Mayanna. Vamos ver que histórias ela trará registrada no "Diário do Jesefrers"!

Estamos Aguardando...

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.